Como publicar na Amazon

KDP - Kindle DIrect Publishing - ou: como publicar via Amazon

Quem é a Amazon?

A gigante de Seatle ainda é a maior e mais arrojada plataforma de autopublicação de e-books (mas não só). A “loja” brasileira existe desde o final de 2012 e desde então diversas ações tem sido feitas para estimular autores independentes a publicar e-books através da plataforma e para popularizar o e-reader comercializado pela Amazon – o Kindle.

Assim como as demais plataformas, a Amazon possui “lojas” em diversos países do mundo e você pode escolher em quais disponibilizará o seu e-book.

Existem algumas polêmicas em relação à estratégia da Amazon de ter um formato de arquivo diferente do que é utilizado pela imensa maioria das outras livrarias virtuais. É uma tentativa de fidelizar (amarrar?) seus clientes e mesmo os autores que publicam com ela.

Formato dos e-books na Amazon

Para quem é totalmente cru nestas questões de livro digital, vale saber que o e-book, que não é nada mais que um conjunto de arquivos (como aqueles .docs ou .pdf que você tem no seu computador) empacotados num só. A imensa maioria das lojas utiliza o padrão ePub. A Amazon não, ela utiliza o mobi, é um tipo de arquivo que não roda em outros aparelhos de leitura além do Kindle. Qualquer um pode instalar o aplicativo da Amazon (que também se chama Kindle) em computadores, smartphones e tablets, mas ele serve apenas para ler os e0-books baixados ou comprados na Amazon.

O formato exclusivo da Amazon (mobi) significa que os possuidores de outros aparelhos dedicados à leitura que não o kindle (Sony, Kobo, Lev, etc), não poderão ler o seu e-book sem uma razoável habilidade para quebrar DRM e converter para o formato ePub (se você não sabe exatamente o que isso significa saiba que muitos leitores brasileiros também ignoram totalmente essas mazelas técnicas do mundo do e-book).

Cadastro no Kindle Direct Publishing

O processo de cadastro e envio do arquivo é realmente muito simples, como Natalia Montuori – Gerente de Publicação Independente da Amazon no Brasil – frisou num encontro organizado pela Oficina do Livro, em Porto Alegre. Basta criar uma conta (como se fosse uma conta de e-mail gratuito ou em uma rede social) e preencher os dados de cadastro do livro – que são importantíssimos para o eventual sucesso da obra, já que através das categorias, palavras-chave e título definidos é que o e-book poderá ser encontrado nas pesquisas realizadas pelos consumidores.

Depois dos dados cadastrais e de você assumir junto à plataforma que detém os direitos autorais da obra, basta enviar um arquivo com o próprio texto, que pode ser em word ou, se você tem habilidades ou decidiu pagar pelo serviço, no formato ePub. A plataforma fará a conversão do seu arquivo para o formato que é lido nos aparelhos e no aplicativo Kindle.

Além da conversão, eles oferecem uma ferramenta de criação de capas que é bastante simples e permite gerar resultados bastante razoáveis.

Amazon KDP Select – vale a pena aderir?

Se você decidir oferecer o seu e-book apenas na loja da Amazon, poderá se inscrever no KDP Select, que é uma espécie de clube de vantagens onde eles oferecem funcionalidades para promoção do seu e-book e percentuais de royalties maiores em troca da exclusividade.

Para avaliar se no seu caso isso será vantajoso, vamos antes falar um pouco mais sobre as vantagens oferecidas.

O preço de venda é sempre definido pelo autor e isso determina qual a porcentagem de cada venda é possível receber. Caso você decida cobrar entre R$5,99 e US$24,99  pelo seu livro, pode receber 70% do preço de venda mesmo sem fazer parte do KDP Select, mas se o seu livro custar menos de R$ 5,99, receberá apenas 35% de royalties a cada venda, a menos que esteja no KDP Select.

Já foram realizadas pesquisas que evidenciam que os e-books que vendem mais custam menos que R$ 5,99. Assim, leve isso em conta para avaliar sua participação no KDP Select.

Outra vantagem do programa é a possibilidade de realizar promoções e distribuição gratuita do livro (a cada noventa dias você pode oferecer seu produto gratuitamente por cinco dias). Esta é uma vantagem realmente importante, pois com isso seu e-book poderá ser destacado nos top 100 e se tornará visível para um público maior, que poderá se interessar pelo seu e-books caso aspectos como capa, sinopse e a avaliação de outros leitores também forem estimulantes.

Confesso que logo que tomei conhecimento do KDP Select, achei que não valia a pena, pois restringir a disponibilidade da obra a uma única loja / plataforma em geral não é uma boa alternativa para autores pouco (ou nada) conhecidos. Entretanto, se o objetivo for geração de receita, há que se considerar que o KDP Select conta ainda com um fundo global, que divide um certo valor entre todos os autores inscritos de modo proporcional às vendas do seu livro e das leituras feitas pela biblioteca de empréstimos (sim, e-books podem ser emprestados) e pelo Kindle Unlimited (uma espécie de netflix de e-books). Em uma experiência que fiz com um título cadastrado no KDP Select acabei recebendo mais pelo divisão do fundo do que pelos royalties de venda do e-book.

Conheça as vantagens do KDP Select

Conheça as vantagens do KDP Select

Visibilidade

Para o autor consagrado, aquele que é procurado pelos leitores, que tem seus livros sendo ansiosamente aguardados, ter seus livros à venda em um único ponto, não é um fator limitante, mas para um autor estreante que precisa do máximo possível de visibilidade, estar presente no maior número de plataformas de venda possível é um aspecto relevante. Considere isso. Claro que se não há um plano de divulgação estruturado, não faz a menor diferença estar à venda em uma ou 10 lojas online.

O que não esperar (nem na KDP nem em nenhuma plataforma de autopublicação)

A ferramenta é boa e permite um ótimo controle das vendas, isso independente de estar ou não no programa KDP Select. Mas, assim como as demais plataformas de autopublicação, o que o autor terá na mão é apenas uma dentre as várias ferramentas das quais precisará para arriscar um lugar ao sol dos olhos dos leitores. Para conseguir visibilidade e conquistar público leitor (artigo relativamente raro no Brasil), será necessário divulgar de modo inteligente e criativo (não se arrisque a aborrecer um leitor, jamais!).

A função dessa ferramenta especificamente é disponibilizar seu livro para a venda e livrá-lo de toda a burocracia de constituição de empresa, emissão de notas fiscais e afins. Você “paga” por isso na medida em que realiza vendas, deixando com a Amazon um percentual do preço de capa que você mesmo estipulou. O resto é com você. E há muito, aliás, como já tenho dito por aqui. Mas sim… pode dar certo.

Ações da Amazon no Brasil

Desde que aterrisaram por aqui, com equipe e estrutura brasileiras, a Amazon tem trabalhado bastante para conquistar leitores e autores dispostos a fazer crescer o seu acervo em língua portuguesa.

Além de percorrer o Brasil para apresentar e explicar a plataforma de autopublicação em oficinas voltadas a autores e editores, feiras do livro e etc, recentemente a Amazon capitaneou um concurso literário que chegou à superou a marca dos 6 mil contos inscritos (leia-se mais de 6 mil e-books inscritos no KDP Select e gerando receita para a Amazon a cada venda).

Avaliação geral da plataforma

A Amazon é o tipo de empresa que parece pretender abocanhar todos os potenciais clientes de um determinado produto. Para isso oferecem um serviço irrepreensível aos clientes – tanto em termos de preço como prazo de entrega e garantias de qualidade.

Mas o autor que coloca seu e-book na Amazon não é um cliente, é um fornecedor. Friso isso porque acho importante que os autores independentes tenham ciência de que, embora haja claras vantagens no uso da plataforma e suas ferramentas, ao disponibilizarem seus produtos (sim, aceite, um livro ou e-book é um produto) lá, estão contribuindo para a geração de receita da empresa, antes de qualqer coisa. Assim, não espere que eles se empenhem por você. É o autor que tem de encontrar meios de se tornar visto / lido e ter seu e-book vendido.

Como principais vantagens da plataforma, sinalizo a facilidade de uso e os tutoriais muito didáticos e completos, todos em português, além da ferramenta de criação de capas.

A desvantagem é o formato exclusivo dos e-books, que certamente limita um tanto o alcance do seu e-books, principalmente se você entrar no KDP Select, distribuindo com exclusividade pela Amazon.

Avaliação geral: green-star-mdgreen-star-mdgreen-star-mdgreen-star-md

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *